comentário negativo

Como transformar um comentário negativo numa fonte de inspiração



Uma crítica pesa mais do que 100 felicitações por um trabalho bem feito. Não o podemos evitar. É a natureza humana. São as críticas que não nos deixam dormir. Aproveita para parar e transformar isso em algo positivo.
Inicialmente tinha o mau hábito de responder primeiro às críticas de quem me criticava, do que às pessoas que me felicitavam pelos conteúdo que escrevia. A verdade é que mesmo sem nos apercebermos disso sentimos a necessidade de que gostem de nós, até mesmo pelas pessoas que mais nos criticam.
Agora apenas faço a moderação dos comentários porque dou prioridade à criação de novos conteúdos sobre a criação de uma comunidade nos meus blogues. No final temos de saber o que queremos fazer com um blogue e eu tenho a sorte de não precisar de confirmações em forma de visitas e comentários para continuar a escrever.
comentário negativo

Como imagino quem me critica

Quanto mais alguém me critica, mais pena costumo ter dessa pessoa. Não me refiro a um comentário construtivo, mas sim aqueles que apenas buscam a destruição e acham que tudo é mau, apontando aos nossos supostos pontos fracos. Notarás rapidamente a diferença e não deves ligar demasiado às criticas.
Que necessidade tem uma pessoa de me querer estragar assim o dia? A resposta é simples porque eu (ou tu), na verdade não somos os culpados da situação. Essa pessoa deve ter tido um mau dia. Pode estar a passar por um processo de separação, acaba de receber uma multa de trânsito ou os seus pais tiram-lhe a semanada ou a mesada por mau comportamento. Depois acaba por se cruzar com o nosso conteúdo e sente a profunda necessidade de partilhar esse mau-estar com alguém.
Mais do que uma resposta ao comentário, essa pessoa precisa é de um abraço. Não vale a pena discutir com alguém que me dá pena. Algo que surge por razões alheias a mim não me pode, nem me deve afectar. Não vou utilizar a minha energia para entrar num debate inútil com todos os que podem potencialmente participar.

Encontra uma fonte de motivação

Os comentários críticos afectam-me tal como a qualquer outra pessoa. Mas ao contrário de anteriormente, não tenho a sensação de me estarem a cortar uma perna. É incómodo durante um momento, mas depois passo ao próximo assunto e esqueço. Por exemplo, neste blogue cheguei à conclusão de que ia escrever sobretudo para mim, porque é a forma perfeita de documentar os meus avanços, o que já aprendi, etc., e entretanto aproveito também para partilhar esse conhecimento com as pessoas que estiverem interessadas nesta área.
Também me motiva imenso o pensamento de alguém que respeito, família ou amigos, passarem por aqui para me conhecer um pouco melhor.
É uma forte motivação para mim e que vai para além da simples recompensa monetária. Nenhuma métrica de visitas ou comentários está à altura para conseguir ter o mesmo efeito duradouro em mim. Para além disso, não tenho já nada a provar a ninguém, pelo menos em termos de blogging. Já por aqui ando há algum tempo e com muitos artigos publicados e em várias temáticas. Se te apetece ler-me, estás à vontade, mas caso contrário também não vou levar a mal.
Vou ainda dar um exemplo futebolístico para quem já jogou à bola. O que nos diziam quando éramos provocados pelos adversários? Para responder com golos ou jogando melhor do que a equipa oposta para conseguirmos ganhar. E aqui passa-se a mesma coisa. Só temos que continuar a fazer o nosso trabalho e fazer o nosso melhor. O resto vem por acréscimo e quem está mal que se mude…
Se queres utilizar a tua energia para fazer algo positivo quando te criticarem, então aproveita-a para criar novos conteúdos. A melhor resposta é a acção e não a justificação. Quem te quiser provocar através de um comentário não merece a tua atenção.
Stay tuned.



2

Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.