seo

Mitos sobre o SEO



O posicionamento para motores de busca (SEO) está em permanente evolução. Enquanto os princípios básicos, como a criação de conteúdos de qualidade se mantêm constantes, existem outras tácticas ou tendências que são apenas falsos mitos. Não existem quaisquer regras escritas que expliquem a fórmula mágica de fazer SEO. Por essa razão existe uma grande variedade de práticas que não funcionam. A chave para fazer bom SEO é saber o que é preciso fazer e o que evitar.

seo

Basta fazer SEO uma única vez

Erro. De nada serve fazer um grande esforço inicial para posicionar um website se depois não se continua o esforço. O mundo digital e a Internet não são como um livro onde as coisas ficam inalteradas para sempre. É um meio em mudança constante, que varia de um dia para o outro. O que funcionava há apenas um ano pode já não ser válido actualmente. Os motores de busca mudam constantemente os algoritmos, aparecem novos competidores, etc. O SEO exige um trabalho contínuo de readaptação. É preciso adaptarmo-nos ou corremos o risco de desaparecer.

 

É suficiente otimizar a homepage

Um website não é apenas a sua página inicial. Quando se faz um trabalho de posicionamento é conveniente otimizar todas e cada uma das páginas do site pelas palavras-chave escolhidas anteriormente. A página inicial costuma incluir a informação mais genérica, enquanto as páginas interiores contêm a informação chave acerca dos produtos, serviços, ofertas, etc. Não nos esqueçamos ainda das palavras-chave de cauda longa que devem estar distribuídas pelas várias páginas do site.

 

A optimização on-page é a única coisa que importa

Falso. O SEO precisa tanto de SEO on-page como de SEO off-page para funcionar. O SEO on-page diz respeito a todas aquelas acções que são realizadas no próprio website para melhorar a sua optimização (Metadata, optimização do conteúdo, velocidade de carregamento, URL´s amigáveis, etc.), enquanto o SEO off-page diz respeito a todas aquelas acções realizadas no sentido de aumentar a presença da página na rede (conseguir backlinks de websites da mesma área temática, boa presença nas redes sociais, etc.).

 

Todos os backlinks são bons

Mais um mito. Aqui o melhor é optar sempre pela qualidade, não pela quantidade. Não vale tudo. Aliás o SEO negativo baseia-se nos backlinks que podem ser considerados lixo. Conseguir milhares de ligações não serve de nada. Há que apostar em conseguir backlinks naturais e relevantes, e isto apenas se costuma obter através dos conteúdos de qualidade. Escrever como convidado noutros sites relacionados com a mesma temática é uma boa estratégia de posicionamento e que gera backlinks de qualidade.

 

É preciso criar muito conteúdo

O conteúdo continua a ser o rei para o SEO, mas tem de ser pertinente e de qualidade. Criar conteúdos abundantes não garante que se consiga obter um bom posicionamento. Há que ter em atenção o que se pretende transmitir, a que público se deseja chegar, etc.



Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.