link building

Linkbuilding natural e sem penalizações



link buildingPara o Google ter uma estratégia de linkbuilding proactiva é fazer batota. Se não queres ser apanhado tens de fazer com que tudo pareça um processo natural.

Se o termo linkbuilding é chinês para ti, então podes parar de ler este artigo, porque muito provavelmente ainda estás numa fase inicial do teu blog e não deves perder tempo para já com este tema quando podias (e devias) estar a investir na criação de conteúdos de qualidade.

 

O que é linkbuilding

Para uma página web, o linkbuilding descreve o processo de obtenção de ligações de terceiros. Não é uma definição exacta, mas é o suficiente para resumir a ideia principal. Existem 3 tipos de estratégias globais que se podem aplicar de forma específica para este caso:

  • Blackhat: fazer batota para obter um benefício e visitas a curto prazo, mas assumindo que mais cedo ou mais tarde vais ser apanhado e o teu website penalizado.
  • Whitehat: obter ligações dentro das regras do Google sem utilizar quaisquer métodos blackhat. Apesar de ser uma estratégia proactiva, é bem vista pelo Google e não prejudica ninguém.
  • Linkbaiting: dos 3 tipos, esta estratégia comporta-se de forma passiva. Procura-se obter ligações “honestas” através da criação de conteúdos de qualidade.

Há muita gente que sabe mais do que eu sobre posicionamento web, pelo que não devem levar esta classificação à letra. Ainda assim, provavelmente descreve a situação actual no mundo do SEO.

 

Porque razão devemos tratar o tema do linkbuilding com muito cuidado

Apostar em qualquer projecto na internet utilizando apenas o linkbuilding para ganhar posições nos motores de busca é uma estratégia com resultados apenas a curto prazo. Para além disso, está-se a correr um risco elevado de vir a receber uma penalização do Google que pode mesmo (em último caso) fazer desaparecer totalmente um website do índice de resultados de pesquisa. Em consequência, não irás receber qualquer visita proveniente dos motores de busca, e conseguir voltar a entrar irá requerer muito esforço e tempo (sem garantias de algum dia o conseguires).

Não recomendo uma estratégia de linkbuilding se tens apenas um simples blog. Este tema faz mais sentido para negócios online, mas sempre realizando este trabalho com muito cuidado. Dado que já “queimei” alguns blogs próprios com más estratégias de linkbuilding, não é preciso ir muito mais além para ver que este é um tema muito delicado. Por essa razão deixo aqui alguma da minha experiência para evitarem cometer os mesmos erros que eu.

 

O linkbuilding tem de parecer natural para que o Google acredite

Pois caso contrário, fazer linkbuilding (do ponto de vista do Google) é estar a fazer batota. Se fores apanhado irás deixar de fazer parte do clube das páginas indexadas, e voltares a ser novamente aceite poderá vir-te a custar meses de trabalho ou mesmo teres de começar um novo projecto do zero. Se queres navegar abaixo do radar do Google tens de imitar o processo natural de obtenção de ligações.

  1. Varia a palavra-chave principal: não é natural que todo o mundo tenha um backlink para a tua loja com a designação “sapatos online” se tiveres este produto à venda. Tens que variar as palavras-chave constantemente se queres estar posicionado para essa combinação. Deves usar combinações do género “loja de sapatos”, “comprar sapatos”, “sapatos loja online”, etc. Mas mesmo estas combinações devem somar apenas até 20% de todas as ligações que conseguires.
  2. Ligações naturais: coloca-te na pele de alguém que deixa uma ligação real para o teu website. Não será muito provável que escolha a palavra-chave que mais te interessa. Talvez possa colocar a tua marca, o URL da tua loja ou simplesmente a palavra “aqui”. A maioria das ligações devia ter estas características para que o processo pareça natural.
  3. Palavras à volta da ligação: o Google também tem em conta as palavras que se encontram à volta da ligação. Sempre que puderes mete aqui as palavras-chave que te interessa posicionar melhor. Como texto para a ligação é suficiente colocar a URL do teu site.
  4. Coloca ligações externas fortes: num processo de linkbuilding não basta apenas ter ligações para ti. É preciso também colocar ligações para sites de referência na tua própria página. Isso irá dar a entender ao Google que tens um website de qualidade porque estás a referenciar os melhores da tua área temática. Aqui também vale colocar a Wikipédia visto que o Google considera-a uma autoridade em qualquer tema. Desta forma, as ligações terão mais força.

 

Volto a dizer que o tema do linkbuilding deve ser tratado com muito cuidado porque se for mal feito pode fazer-te desaparecer para sempre das SERPS. Este aviso dirige-se sobretudo aos menos experientes, porque cometem muitos erros pois querem andar mais rápido do que é possível.

Mais tarde irei também falar sobre os erros típicos no linkbuilding porque não quero alargar muito mais este artigo.

Mas também gostaria de saber a tua opinião. Quais são os teus conselhos para uma estratégia de linkbuilding que pareça natural?



Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.