domínio

Dicas para escolher o domínio de um blog



Talvez estejas a planear lançar o teu próprio blog. Provavelmente já estás a pensar nisso há algum tempo mas só agora tomaste a decisão de dar o salto. Esse é o primeiro pequeno passo. Agora há que deitar as mãos à obra.

Uma das primeiras coisas a fazer é encontrar um nome de domínio para o blog. Parece simples mas é uma decisão bastante importante porque pode afectar o sucesso do teu projecto no futuro. Na maioria dos seguintes aspectos não importa se o uso é particular ou profissional.

 

  1. Criação de marca com o próprio nome: muitas pessoas escolhem o próprio nome como URL do blog. Se queres dar consultoria a empresas ou oferecer quaisquer outros serviços, então esta é uma boa ideia para posicionares-te com a tua marca pessoal na área. Podes até nem ter previsto a curto prazo dar-lhe uso a nível pessoal, mas nunca sabes o que poderá acontecer no futuro. Esta é uma das melhores opções e que pode evitar outro tipo de problemas que menciono noutro ponto mais abaixo.
  2. Facilmente memorizável: a vantagem de escolher o nome próprio é que na maioria dos casos torna-se facilmente memorizável. Há que pensar naqueles momentos em que é preciso dizer o nome do blog por telefone ou telemóvel. Se fores obrigado a soletrar o nome, isso não é lá muito bom.
  3. Domínio próprio em vez de “Blogspot” ou “WordPress”: o caminho mais directo para começar um blog próprio é através das 2 maiores plataformas de blogging do mundo. O problema é que se começares a mexer-te a um nível superior isso não dá um aspecto lá muito profissional. É melhor escolher o próprio domínio e ter uma URL mesmo que isso acarrete algum custo (que nem sequer é muito elevado). Por outro lado, um alojamento web ou webhosting também não é muito caro actualmente. Dá uma vista de olhos neste artigo para saberes como escolher o melhor alojamento web para um blog.
  4. Investir num domínio “premium”: outra possibilidade é a compra do domínio se a tua opção favorita já estiver reservada. Nalguns casos os proprietários pedem preços que nada têm a ver com o valor real do domínio. Mas com alguma sorte e paciência podes conseguir reservar alguns domínios com palavras-chave genéricas que descrevem o teu negócio (p.ex. “oferecerflores.com” ou “arteurbana.com.pt”) a preços realmente baixos.
  5. Respeitar os direitos das marcas existentes: os direitos de marca afectam tanto a nível particular como profissional. Incluir o nome de uma empresa dentro de um domínio não é muito boa ideia (p.ex. “historiasapple.com”). Por alguma razão os blogs dedicados ao WordPress apresentam um domínio do género wpblog.com e não wordpressblog.com. O proprietário dos direitos de marca pode aparecer um dia e vir reclamar esse domínio. Para além disso, corres o risco de vir a ter de pagar uma multa no pior dos casos.

 

Demora o tempo que for preciso a escolher o nome do teu domínio porque depois alterá-lo irá ser complicado em vários aspectos. Pensa bem para evitar possíveis problemas que possam vir a surgir no futuro.

E quais são os teus conselhos para escolher o nome de um blog?



Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.