análise seo

Como fazer uma análise SEO rápida



análise seoHá muitos projectos na Internet mas poucos estão optimizados correctamente para os motores de busca. É por essa razão que é sempre necessário fazer uma análise SEO rápida antes de começar a realizar qualquer tipo de acção SEO. Só assim podemos entender o estado do projecto para posteriormente sabermos quais as acções a levar a cabo. O mais recomendável em qualquer caso é fazer uma auditoria SEO completa ao site, mas com estes passos que vou explicar serás capaz de realizar um diagnóstico SEO rápido e saber o que vais ter de enfrentar.

Antes de começar com os passos que devem ser seguidos para fazer uma análise SEO, vou mostrar quais são as ferramentas a usar para realizar esta análise:

Agora sim, vamos começar a análise!

 

Realizando uma análise SEO rápida

Os pontos principais que devem ser tidos em conta na realização de uma pequena auditoria SEO são os seguintes:

  • Indexação
  • Estado do Tráfego / Visibilidade
  • Conteúdo Duplicado
  • Aspectos Básicos de SEO on Page

 

  1. Indexação. Até onde vai o Google?

Nesta secção vou mostrar como analisar todas e cada uma das URLs do teu site, encontrar qualquer tipo de bloqueio ou erro de rastreio e quais são as meta-etiquetas mais importantes usadas no projecto. Para isso vou usar as várias ferramentas já mencionadas anteriormente.

 

➤ USANDO SEARCH CONSOLE

Robots.txt: Para analisar o arquivo robots.txt vamos simplesmente aceder a: dominio.com/robots.txt. Podes ver este arquivo na Search Console.

Sitemap.xml: também dentro desta ferramenta do Google podes verificar o estado do Sitemap.xml, ver se está disponível, verificar se não há erros e identificar quantas URLs reais foram enviadas para o Google.

 

➤ USANDO o OPERADOR DE PESQUISA: SITE

Esta ferramenta é muito simples. Basta aceder ao Google e usar o operador de pesquisa “SITE:” O próprio Google vai mostrar o número aproximado de URLs indexadas do site.

Este dado deve ser conferido com os dados do Sitemap.xml, de que falámos anteriormente, para saber se é um dado aproximado, superior ou inferior. Dependendo do resultado desta verificação saberás se tens um problema ou outro:

  1. Dados aproximados: Se os dados fornecidos pelo Google estão aproximados aos do Sitemap, então estás no bom caminho.
  2. Dados superiores: Se detectas que os dados são bastante superiores, então estás provavelmente perante um site que tem conteúdo duplicado que é preciso identificar e corrigir.
  3. Dados inferiores: Se os dados são inferiores tens um problema de indexação, pelo que é preciso identificar quais as URLs que não estão a ser indexadas e porquê.

 

➤ USANDO SCREAMING FROG

Com o Screaming Frog são feitas várias verificações importantes para saber quais as URLs que não estão a ser indexada, os códigos de erro devolvidos pelas páginas, e até mesmo quantas e quais são as URLs que têm um canonical implementado.

  • Meta-Etiqueta Robots (noindex): com o Screaming Frog deves analisar quais são as URLs que na etiqueta meta robots contêm um noindex, esta opção está disponível no separador Directives e aplicando o filtro noindex. Com isto vais saber quais são as URLs que não estão a ser indexadas e porque está a ser feita essa desindexação.
  • Implementação do Canonical: é importante verificar quantas e quais são as URLs canónicas e isto é muito simples de fazer com o Screaming Frog. Vai-se simplesmente a Configuration >> Spider e desmarcamos todos os campos e seleccionamos unicamente “Crawl Canonicals”. Com isto vamos obter o número real de URLs que o nosso projecto está a mostrar ao Google.

Este passo é importante para conferir os dados com o/os Sitemaps na Search Console para verificar que o site não apresenta nenhum problema que tenha de ser resolvido. Também se pode usar a opção de mostrar apenas URLs em HTML no Screaming Frog, o que te dará um resultado aproximado das URLs que é preciso indexar realmente.

  • Verificação de códigos de estado: Outro dado importante que também podemos obter com esta ferramenta. Vamos apenas aceder ao separador Response Codes e filtrar pelo tipo de código que quisermos verificar. É importante verificar tanto os erros 400 como os 500, e analisar detalhadamente os redireccionamentos do site, tanto os 302 (temporários) como os redireccionamentos 301 (permanentes).

 

  1. Estado do Tráfego e Visibilidade SEO

seoNesta secção deves verificar o tráfego do projecto, se tem vindo a crescer, decrescer, ou se está estável nos últimos meses. Para além disso, também deves verificar se o site não sofreu nenhuma penalização, bem qual a sua visibilidade em relação aos competidores directos.

 

➤ USANDO GOOGLE ANALYTICS

Usando esta ferramenta deves ter em conta os seguintes pontos para obter uma informação clara acerca do tráfego do projecto e do comportamento dos usuários no site:

  • Filtrar o tráfego orgânico por página de destino: com isto conseguirás saber quais são as páginas do teu projecto que recebem mais tráfego.
  • Verificar a taxa de rejeições: Filtrando por tráfego orgânico, também é importante verificar a taxa de rejeições das diferentes páginas do projecto quando os usuários são provenientes do Google.
  • Tempo médio de permanência por sessão: Outro dado importante que nos permite conhecer melhor o projecto é através do tempo médio que os usuários permanecem nas diferentes páginas quando são provenientes do Google.

 

➤ USANDO SEMRUSH

O SEMrush é outra das ferramentas que deves usar para verificar o estado de um site antes de começar a trabalhar nele. Esta ferramenta mostra como está o projecto nos rankings e quais são as palavras-chave que estão melhores e piores posicionadas. Para além disso, se o projecto estiver a rankear para um número de palavras-chave considerável vai mostrar os competidores reais do projecto que estamos a analisar.

 

  1. Conteúdo Duplicado. Detectando problemas internos…

conteúdo duplicadoÉ muito importante verificar o conteúdo duplicado de qualquer projecto. Em qualquer análise SEO rápida devemos ter à mão as ferramentas certas que nos permitam fazer uma análise aproximada deste ponto.

 

➤ USANDO SEARCH CONSOLE

Usando a Search Console podes detectar rapidamente se tens etiquetas meta title e description duplicadas, para além de podermos ver qualquer outro tipo de erro HTML dentro do site que estamos a analisar.

Para aceder a esta informação simplesmente deves aceder à secção Aspecto da Pesquisa >> Melhorias HTML.

 

➤ USANDO SCREAMING FROG

Vamos uma vez mais recorrer ao Screaming Frog, a ferramenta de análise de URLs por excelência. Com esta ferramenta é fácil detectar os conteúdos duplicados. Vamos apenas inserir a URL do projecto a analisar, clicar no separador URI e activar o filtro “duplicate”. Depois podes exportar toda esta informação e verificar com a recolhida no ponto anterior.

 

➤ USANDO SITELINER

Esta ferramenta serve para saber a percentagem de conteúdo duplicado o projecto tem nas diferentes páginas analisadas. Esta ferramenta também nos dá informação sobre as ligações quebradas do site.

Vamos colocar a URL do projecto a analisar, e, dependendo da extensão do site, deverá demorar alguns minutos a realizar a análise. Uma vez realizada a análise encontrarás a percentagem de conteúdo duplicado existente nas diferentes páginas, categorias, posts, fichas de produtos, etc.

Nos 2 pontos anteriores tratámos da duplicidade das etiquetas title, description, até mesmo da duplicidade dos cabeçalhos. Neste último item trata-se da duplicidade do conteúdo em si. É importante saber diferenciar estes pontos e analisar tudo de forma correcta e minuciosa.

 

  1. Verificando o estado dos aspectos básicos do SEO On Page

seo onpageEsta é a última parte desta análise rápida onde devemos verificar de forma rápida os aspectos on page mais básicos e relevantes. Aqui recomendo que sejam verificadas 3 tipos de páginas separadas por níveis de importância:

  1. Home do projecto
  2. Páginas de Categorias
  3. Páginas de Produtos

Aqui a diferenciação por tipo de páginas deve ser feita por nós próprio. Não é a mesmo coisa um ecommerce, uma página de serviços ou um blog. Para este exemplo escolhi como exemplo um ecommerce.

 

➤ USANDO A EXTENSÃO WEB DEVELOPER

Esta é provavelmente uma das melhores ferramentas para analisar de forma rápida qualquer página. Esta extensão que está disponível tanto para o Chrome como para o Firefox, tem imensas opções para verificar a fundo qualquer tipo de página, mas neste post vou falar apenas de 2 características que te irão ajudar a verificar de forma rápida 2 aspectos importantes de qualquer página.

  1. Verificação da Hierarquia dos Cabeçalhos (Headings): uma parte fundamental de qualquer página é ter a hierarquia de Headings bem estruturada. Para analisar as diferentes páginas deves simplesmente clicar na extensão e no separador “Information” seleccionar a opção de “View Document Outline”. Isto vai mostrar a hierarquia completa da dita página e podes verificar o estado da mesma de forma rápida e visual.
  2. Verificação da etiqueta Alt das imagens: Outra parte importante a que temos acesso com um só clique é a análise do texto Alternativo das imagens. Para isto deves simplesmente clicar na extensão, e no separador “Images” seleccionar a opção “Display Alt Attributes”. Com isto vais conseguir verificar rapidamente o estado dos ALT das imagens de cada uma das páginas analisadas.

 

➤ USANDO SEOQUAKE

Outra ferramenta que deixo aqui como bónus e com a qual podes ter uma ideia sobre 2 outros dados importantes:

  1. Densidade de palavras-chave: Entrando na extensão do Seoquake e clicando na opção de “DENSITY” podes encontrar toda a informação acerca das densidades de palavras-chave segundo a extensão, ou seja, 2 palavras, 3 palavras ou mesmo 4 palavras.
  2. Proeminência de palavra-chave: Outra informação muito útil que nos dará pistas acerca da forma como as palavras-chave estão a ser trabalhadas e em que posição do texto se está a coloca essa palavra. Esta opção pode ser encontrada na mesma janela que a opção anterior.

***Podes descarregar a extensão SEOquake aqui: http://www.seoquake.com/

 

➤ USANDO PAGESPEED INSIGTHS

Por último e para finalizar esta breve análise recomendo que analises como está a responder a página em relação a tempos de carregamento e se há margem para melhorar.

Com a ferramenta Pagespeed Insigths, é fácil identificar como está o projecto em questão e quais são as partes que é preciso melhorar. Com esta informação já podes verificar se é possível melhorar o tempo que o site demora a carregar e quais as alterações que é preciso fazer.

 

NOTA INFORMATIVA

Se te recordas, no início deste artigo recomendei que se trabalhasse e analisasse 3 tipos de páginas: Home, Categorias/Etiquetas, Fichas de Produtos. Isto faz-se para realizar uma análise rápida como a que estou a mostrar, uma vez que analisadas 2-3 tipos de páginas, normalmente todas as demais têm o mesmo padrão e os mesmos erros.

 

Chegaria até aqui uma análise SEO rápida para saber qual o estado do projecto. Esta análise pode ser combinada com uma auditoria de backlinks para medir a autoridade e popularidade do site. Para finalizar devia ser feita uma auditoria completa ao site, mas com estas ferramentas já dá para ter uma ideia.

Agora gostaria também de saber a tua opinião: Que outros aspectos também achas que deviam ser incluídas nesta análise SEO?



Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.