Dicas Dinheiro

Como atrair tráfego orgânico para o teu blog (a receita para empreendedores)

atrair tráfego orgânico
Se decidiste finalmente criar um blog, hoje estás com sorte porque vais descobrir como atrair visitantes sem pagar um cêntimo. Neste artigo vamos conhecer as chaves necessárias para aparecer nos primeiros resultados do Google aplicando essas valiosas técnicas de SEO. 
O tráfego orgânico é um elemento cada vez mais relevante para os empreendedores. Basta ter uma estratégia de tráfego bem desenvolvida para transformar a realidade de qualquer negócio e tudo isso através de um site ou blog.
O melhor é que é possível obter resultados extraordinários com pouco ou nenhum investimento, um fator muito atraente para qualquer startup, certo?
Se consegues obter tráfego orgânico relevante, significa que não fizeste apenas um bom trabalho de SEO (Search Engine Optimization), mas também trouxeste valor ao teu público com conteúdo verdadeiramente interessante.
Queres saber como transformar o tráfego orgânico na tua principal fonte de aquisição de visitas? Então este artigo é para ti. Continua a ler!

O que é tráfego orgânico?

Se és utilizador regular da Internet ou empresário, certamente já fizeste o mesmo que centenas de pessoas – buscas no Google para esclarecer as tuas dúvidas, procurar soluções ou simplesmente por curiosidade, inserindo um termo na caixa de pesquisa.
Temos também a certeza que já te aconteceu a seguinte situação: fizeste uma pesquisa, os primeiros dois ou três resultados eram anúncios pagos que te ajudaram, ajudaram pouco ou mesmo nada. Ao clicar nos resultados seguintes, encontraste um item que parecia ter caído do céu e finalmente atingiste o teu objetivo – obtiveste as informações que precisavas.
Isso acontece o tempo todo e com muitas pessoas que usam mecanismos de pesquisa. É aqui que encontramos o conceito de tráfego orgânico.
O tráfego orgânico representa o número de pessoas que, da mesma forma que tu, utilizam os motores de busca para encontrar informações, adquirir conhecimentos, efetuar compras, entre outras coisas. São acessos que acontecem naturalmente e por vontade dos próprios usuários.
Assim, os sites ou blogs que conseguem esses acessos não precisam investir dinheiro para os conquistar.
Outro ponto importante é que é muito mais fácil conseguir tráfego orgânico se estiveres entre os primeiros resultados do Google, graças ao fato dos usuários não terem o hábito de ir muito longe para encontrar o que procuram.

Mas como alcançar os melhores resultados do Google?

Um lugar tão competitivo requer algum esforço. A técnica mais conhecida e importante é o uso de palavras-chave.
Qualquer empresa que pretenda alcançar a primeira posição nos motores de busca deve fazer uma pesquisa de palavras-chave. Sem isso, é praticamente impossível fazer um bom trabalho de SEO.

O que são palavras-chave?

As palavras-chave são o principal instrumento de uma pesquisa online. São os termos compostos por uma ou mais palavras que são usados pelos usuários ao escrever as suas perguntas nos motores de busca.
A sua escolha correta é muito importante, pois são as responsáveis por ditar a otimização do teu site ou blog e levá-lo ao topo do Google.
Hoje, existem muitas ferramentas capazes de ajudar a encontrar as palavras-chave ideais. Aqui estão alguns deles: Google Keyword Planner, SEMrush, Keyword Tool, KWFinder.

Onde usar as palavras-chave?

As palavras-chave podem ser utilizadas de várias formas, desde o código-fonte do teu site até a composição do conteúdo produzido, que pode envolver a publicação de artigos, descrições de serviços e até mesmo as legendas das imagens que utilizas.
Em todos esses campos, é importante seguir alguns princípios. Vê os exemplos onde podes incluir as palavras-chave:
O retorno que vais obter ao fazer um bom planeamento de palavras-chave é um maior número de visitas, mas não qualquer tipo de visita: visitas qualificadas, ou seja, visitas orgânicas.
Isso é muito importante, pois tudo começa com as visitas ao site. Com eles, podes obter novos leads e novos clientes.

Que outras técnicas de SEO deves usar?

SEO resume-se em aumentar os acessos do teu site através de um conjunto de técnicas e estratégias que permitem ao teu site melhorar o seu posicionamento nos resultados orgânicos dos motores de busca.
A palavra-chave faz parte de uma dessas técnicas, mas existem outras que tu podes considerar:

Legibilidade

Para além da palavra-chave, o texto deve ser de fácil leitura. O conteúdo pode ser muito completo, porém, alguns visitantes irão até ele para tirar as suas dúvidas de forma simples e rápida.
Portanto, escreve as principais em passagens a negrito, os termos em itálico, sublinhados e listas de pontos para facilitar a leitura e aprimorar a experiência do leitor.
Para além disso, procura desenvolver as tuas ideias em pequenos parágrafos e inserir imagens, vídeos, áudios, etc.

Links internos e externos 

Os links internos e externos são essenciais para o bom posicionamento nos motores de busca.
Adiciona links de outros sites com autoridade na web. Também é importante observar que, se outros sites tiverem links para a tua página, será uma boa ajuda. Uma maneira de conseguir isso é fazendo Guest Posts.

Call-to-action

Call-to-action significa “chamada à ação”. São funções de uma página que incentivam os usuários a realizar ações. Os tipos de CTA variam. Podem ser links de navegação, links de compra, formulários de registo, materiais para download, etc.
Os CTAs são usados no final do texto para induzir o leitor a fazer algo que seja benéfico para ambas as partes.
Tenta criar CTAs imperativos, com poucas palavras e muito objetivos.

Tamanho do texto

Embora não exista um tamanho ideal, é fácil imaginar que quanto maior for o texto, melhor. Em última análise, um artigo com muitas palavras tende a abordar o assunto de forma completa e possibilita o uso da palavra-chave com mais frequência.
Além disso, um padrão interessante também foi identificado nos primeiros resultados do Google: o número médio de palavras das páginas que estão em primeiro lugar é de 1890 palavras.
Mas é inútil escrever muito se o conteúdo for superficial. Faz um texto grande se tiveres algo de valor a dizer; caso contrário, apenas escreve o que precisas.

Web Design responsivo

Os algoritmos de mecanismo de busca priorizam sites que fornecem uma boa experiência móvel para os seus usuários, especialmente aqueles que possuem uma estrutura responsiva. Então, adotar uma prática Mobile Friendly não é mais uma opção se queres aparecer nos primeiros resultados: é uma obrigação.

Como gerar tráfego orgânico?

Não é apenas o SEO que constrói um site – e muito menos engajamento com o público. Para melhorar a posição nos motores de busca, deves investir em estratégias de Marketing de Conteúdo.
Com ele, é possível produzir conteúdo otimizado (para além do uso de SEO) que ajudará as pessoas a encontrarem o teu negócio com mais facilidade por meio dos motores de busca.
Vamos falar mais sobre otimização de busca, mas agora vamos nos concentrar no teu público e seu conteúdo.

Conhece o teu público-alvo

Qualquer empresa tem um público-alvo, tanto os consumidores que acompanham as novidades do segmento, como os que adquirem os teus produtos ou serviços.
É essencial que tu saibas detalhadamente quem são essas pessoas, por meio de pesquisa, observação e análise, incluindo fatores como sexo, idade e outras questões demográficas, mas principalmente as suas preferências e gostos pessoais.
As informações reunidas podem ser utilizadas pela tua empresa em diversas estratégias de marketing, incluindo a produção de conteúdo.
Por exemplo, se tens um estúdio de fotografia, o teu público-alvo automaticamente adora fotógrafos. Tendo isso em mente, podes publicar um artigo sobre fotografia para iniciantes e atrair a atenção sobre o teu negócio.

Entrega de conteúdo de qualidade

O marketing moderno baseia-se na entrega gratuita de informações e troca de soluções para a confiança do cliente. Por isso não te esqueças que não se trata apenas de números, mas de pessoas reais com interesses e necessidades.
O conteúdo do teu blog deve atender ao que o leitor procura. Pensa em posts relevantes que realmente agregam valor ao cliente e o fazem querer dedicar mais tempo ao teu blog. Se o público reconhecer que o conteúdo tem valor para eles, eles regressarão ao teu site cada vez mais vezes.

Passa algum tempo nas redes sociais

As redes sociais também criam alguns resultados do tráfego orgânico para o teu site. Além dos mecanismos de pesquisa, as redes também respondem por um número significativo de cliques.
Facebook, Twitter, Instagram e outros são os locais onde os usuários passam a maior parte do tempo e também onde descobrem uma infinidade de novos conteúdos. Se investirmos neles e produzirmos posts que possam ser facilmente partilhados, o alcance do teu blog pode triplicar.
Sabemos que as redes são conhecidas pelos seus posts engraçados, mas há muito mais para explorar além dos memes. O conteúdo do teu site pode – e deve – ser publicado neles também, com links que irão aumentar naturalmente o tráfego. Podes fazer isso transformando o conteúdo em vídeos, podcasts, infográficos e muito mais – leva o teu conteúdo a qualquer lugar, de qualquer maneira.

Cria diferentes tipos de conteúdo

O tráfego orgânico é a união de cliques de tantos lugares quanto possível. Seja em outros meios, outros formatos ou mecanismos de busca. Não importa, quanto mais, melhor. No entanto, não há razão para concentrar todos os esforços num único artigo ou num único tipo de conteúdo.
O público-alvo pode ser bem definido, mas ainda tem interesses diversos. Seguindo o exemplo do estúdio de fotografia, não deves sair do assunto principal, mas porque não falar de curiosidades do mundo fotográfico, para além de técnicas para iniciantes? Aumenta as chances de cliques e, consequentemente, de clientes.

O que é tráfego pago?

Mais cedo ou mais tarde, a tua empresa enfrentará alguns problemas de custo-benefício em seus processos, incluindo os de marketing digital. No caso do tráfego, a dúvida entre orgânico e pago é comum.
Como o nome indica, no tráfego pago é preciso pagar para que os visitantes acedam ao teu site ou blog. Isso é feito através de anúncios feitos com as palavras-chave escolhidas por ti e, somente quando o usuário clica nele é que tens de pagar.
Por ser temporário, o tráfego pago exige que mantenhas os teus anúncios ativos para que funcione e gere visitas constantes.
Investir em tráfego pago pode ajudar a impulsionar o conteúdo produzido por ti, divulgar o site, oferecer promoções, entre outras coisas.

Tráfego orgânico x tráfego pago: o que é melhor?

Embora ambos os tipos de tráfego tragam geralmente bons resultados, o orgânico é o melhor tipo de tráfego.
Claro que os dois tipos de tráfego podem ser trabalhados em conjunto. Ambos se complementam, então se puderes investir em ambos, tanto melhor. Mas se esse não for o caso, concentra-se no tráfego orgânico.
É por meio dele que podes aproveitar ao máximo o marketing de conteúdo. Com uma boa estratégia de SEO aliada a um bom conteúdo, o teu blog ou site pode estabelecer um fluxo constante de visitantes que podem se tornar leads e depois clientes.
Tudo isso a um custo baixíssimo – quase zero, já que o tráfego orgânico não requer despesas para atrair visitantes. O único investimento é tempo e energia para criar um bom conteúdo.
Espero que este artigo te tenha ajudado a entender o que é tráfego orgânico e como podes usá-lo a teu favor nos negócios.
Desenvolver uma estratégia orgânica para a tua empresa pode ser uma tarefa simples. Resumindo, pesquisa quem é o teu público-alvo, aplia estratégias de SEO e cria conteúdo de qualidade. Desta forma, será muito fácil gerar tráfego orgânico e em pouco tempo colher os benefícios.
Ficaste com alguma dúvida ou desejas contribuir com mais alguma coisa sobre este tema? Deixa-nos o teu comentário. Será um prazer conhecer a tua opinião.
Exit mobile version