email marketing

As 4 fases de activação do email marketing para converter contactos em clientes



Não é fácil conseguir resultados com email marketing. A boa notícia é que também não é uma missão impossível. Não é preciso desesperar porque tudo tem uma solução. Primeiro há que entender a razão pela qual as coisas não estão a correr como era esperado em relação ao email marketing. Depois é preciso analisar e identificar os erros para depois avançarmos.

email marketing

Porque não conseguimos obter os resultados esperados com email marketing

Um dos erros maiores do email marketing é não fazer uso dele. Muitos temem mesmo ficar com uma má imagem devido ao spam. A verdade é que o email marketing é o canal que permite obter melhores resultados sempre e quando utilizado da forma certa.

  • Uso de bases de dados não permitidas: muitos confundem email marketing com spam. Para enviar um email comercial é preciso ter aprovação dessa pessoa. Tem de ser um subscritor da nossa lista ou de ser um cliente anterior. Neste último caso, se esse cliente tiver dito que não quer receber emails comerciais então não se aplica a regra anterior.
  • Não fornecer valor suficiente ao subscritor: o email marketing tem muito a ver com um bom timing. Se não forem respeitadas as fases apresentadas mais á frente não é possível obter ter os mesmos resultados. Há que ganhar a confiança dos subscritores antes de fazer envios de ofertas comerciais.
  • Copywriting deficiente nos mails: são coisas básicas que muitas vezes não são tidas em conta. Entre outras coisas faltam chamadas de acção e/ou uma redacção convincente. Se redigires um mail chato, este irá acabar na pasta de spam em vez de ser aberto. Não estranhes a falta de bons resultados.

 

Geração, activação, conversão e repetição são as 4 fases para fazer funcionar o email marketing

Depois de escolhida a ferramenta de email marketing certa podes deitar mãos à obra. Nem todos os empreendedores ou marketeers entendem a existência de diferentes fases na captação de clientes através de email marketing. Para conseguirmos obter bons resultados é preciso seguir os seguintes passos:

  1. Gerar contactos: para alguém assinar a lista de email é preciso ter um formulário visível na página. É preciso também oferecer algum tipo de incentivo para a pessoa fazer a sua subscrição. Uma estratégia de longo prazo consiste na criação de conteúdos de qualidade. Se procuras contactos a curto prazo podes oferecer algo reservados exclusivamente a subscritores como por exemplo o download de um ebook, a participação num webinar, a participação num sorteio, etc.
  2. Activação do contacto: embora fale tão friamente de “contacto”, há pessoas reais por trás de cada correio electrónico. Por vezes esquecemo-nos destas coisas tão básicas. Somos seres humanos e relacionamo-nos porque confiamos nos outros seres humanos. Esta fase é um ponto-chave para que os nossos subscritores nos conheçam melhor. Para isso é preciso enviar algo com um valor acrescentado sem estarmos a pedir nada em troca. Espera 2-4 semanas entre cada envio mesmo que aquilo que tenhas para oferecer seja muito bom. Há que ter respeito e ganhar o respeito dos subscritores quando estabelecemos uma relação.
  3. Conversão e venda: é chegado o momento da verdade. O primeiro envio comercial. Antes já devemos ter enviado 2-4 mailings onde procurámos ganhar a confiança dos nossos subscritores oferecendo produtos e serviços gratuitos. Aqueles que apreciaram estas ofertas irão também abrir um email mais comercial porque a experiência anterior foi positiva. Agora é preciso também começar a pedir algo em troca.
  4. Renovação e nova venda: os nossos melhores clientes são aqueles que já temos. Não é preciso estar com o trabalho de os convencer porque essa fase já passou. São aqueles que confiam em nós e que até estão dispostos a pagar-nos para receber produtos e serviços de maior valor. Muitos sabem isso, mas poucos o aplicam. A venda mais fácil é aquela feita aos clientes mais antigos. Se conseguirmos diferenciá-los em função dos seus interesses específicos, então podemos fazer uma melhor segmentação e aumentar a probabilidade de nos voltarem a comprar novamente.

 

O principal problema do email marketing é a falta de paciência. Queremos obter resultados rápidos sem termos consciência que existem fases e passos a dar e que é preciso respeitar, embora quiséssemos avançar mais rapidamente.



Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.